quarta-feira, julho 09, 2008

Vitória do Avaí sobre o Juventude

Num jogo meia boca, é, não dá pra dizer que foi um jogasso, o Leão saiu com os três pontos e voltou a figurar no G-4.

Destaco a partida do Martini, o juiz horroroso sem critério e a massa azzurra, mais uma vez fazendo show na arquibancada, como tem que ser. Sem essa de bomba, briga e afins.

Bombinha


Enquanto esse post é escrito, uma outra informação é recebida. Édson Gaúcho será apresentado amanhã como novo técnico do Criciúma. É a enéssima quinta passagem dele pelo Criciúma e a segunda vez que demitem o Gélson da Silva.

Agora, falando friamente sobre o caso acima. Que diretoria é essa que vende meio time, deixa uma meia dúzia de caco pro treinador e tem que fazer milagre com isso. Tinha que demitir era a direção e afins.

Haja suco de acerola.

Um comentário:

Clebinho disse...

Quanto a situação do "Hungry tiger" ou o tigrinho-de-bengala, concordo contigo. O Martini Bianco, desta vez fez o que se espera dele e que nem sempre ele o faz.Quanto ao espetáculo proporcionado por Avaí e Juventude,discordo quanto ao meia boca. Esse negócio de meia boca é lá pros lados do Estreito. Foi um jogaço, onde as duas equipes não abriram mão(não a do seu Ivo, claro)de atacar, belas jogadas, vaias bondosas, vaias maldosas, etc...
Um abraço!