sexta-feira, setembro 26, 2008

Criciúma perde mais uma na Série B

Ô saga lazarenta.

Fora de casa o Criciúma não vence faz tempo. A última, e talvez única vitória fora, foi contra o Bragantino ou contra o Marília, não me lembro direito.

O 3 a 1 para o Paraná, com o gol do Tigre marcado pelo zagueiro Éverton, mostra mais uma vez a apatia que do time quando joga longe do Heriberto Hülse. Pensando bem nem dentro do HH o Criciúma anda dominando as ações. A constatação clara é que o time rende um pouco mais com o Paulo Campos. Boto fé nesse treinador.

-

Paulo Campos é do tipo treinador boleirão, falador, quase o mesmo estilo do Mário Sérgio. O currículo dele também é bom, já treinou o Fluminense e trabalhou com o Luxemburgo no Real Madrid.

Ele é o cara pra ajudar a tirar o Tigre do circo mambembe. Mas a cabeça dele, pelo menos na opinião da imprensa carbonífera, já está prestes a ser colocada a prêmio.

Ainda há informações de um suposto desentendimento entre o Luis Mário e o Cláudio Luiz. Não sei, já que na fase ruim o que não falta é rolo.

Mas uma coisa boa pode ser dita. Jardel, ele mesmo, vem sendo o jogador mais esforçado do time. Mesmo perdendo gols na cara e dando passes errados. Ele só não joga no gol, de resto só dá ele.

Nenhum comentário: