sexta-feira, novembro 21, 2008

Figueirense vence o Náutico por 4 a 3

Time fez uma partida histórica no Scarpelli

Um jogão.
Um minuto e um gol. Três minutos e o Figueira já havia empatado. Com 15 minutos já estava 2 a 2 no Scarpelli. O resultado final, 4 a 3, foi construído por um time que ainda não tinha demonstrado raça e paixão no campeonato. Diogo fez o terceiro, Felipe empatou novamente, e Bruno Perone fechou o placar a favor do Figueira.

Eu destaco o segundo gol do time, marcado por Cleiton Xavier. A jogada começou com o Rafael Coelho que driblou dois jogadores do Náutico, um lance que me lembrou o vídeo do Riquelme que postei aqui, guardada as devidas proporções.

Eu acreditava, agora eu acredito ainda mais no time. O jogo de hoje provou isso pra mim e pra muita gente. O time não está morto. Pintado chegou a chorar depois do jogo. que técnico, tirando o Silas pelo Avaí, fez isso pelo Figueira esse ano?

Chego a apostar num jogo épico. Aquele que não vai sair da memória da torcida. O time caindo ou ficando a lembrança vai ser a mesma. O Figueirense jogou como Figueirense.

Aproveito e convido a lerem este texto no blog do Castiel. Uma mensagem de apoio ao time. Eu, assim como a maioria dos alvinegros, acredito.

Crédito de Foto
Foto do site oficial do Figueirense
Foto de Guto Kuerten, ClicRBS

Nenhum comentário: