sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Figueirense empata em 0 a 0 com o Brusque

Um zero a zero com gosto amargo


Figueirense e Brusque fizeram um bom jogo, mas só que pra quem joga de futebol tático, defensivo e afins. O Bruscão se defendeu como pode, já o Figueira abriu brechas incríveis para que o time do vale abrisse o placar.

O ataque Alvinegro, que parecia ser tornar eficiente, ficou devendo. Nenhum chance claríssima de gol, apenas uma clara com o Marcelo. Só. O resto só "uuuuhhh" da torcida. Os lances mais perigosos foram do Brusque. O goleiro Alessandro fez umas boas defesas, soltou a maioria das bolas, mas nada muito empolgante.

O torcedor até que compareceu em bom número, jogo da madrugada, 21h45 numa quinta-feira, mais de 4.500 foram assistir ao 0 a 0.

Pintado


O discurso pós jogo me lembrou muito o do Cuca no São Paulo. A diferença é que o Cuca estava na Libertadores, ganhando, e estava sempre triste. Aqui o Figueira dificilmente ganha, não convence, e o técnico dá a entrevista sempre triste.

A pergunta que não quer calar, agora, é a seguinte: Pintado fica até o clássico?

15 de março está logo ali.

Crédito de Foto
Foto de Maurício Vieira

Acompanhe o Papo no Twitter. Acesse: http://twitter.com/papocatarinense

Nenhum comentário: