domingo, junho 07, 2009

Avaí e São Paulo empatam em 0 a 0

Leão segue sem vencer na Série A


O Avaí recebeu o São Paulo, na Ressacada, jogou bem, criou boas oportunidades, mas não conseguiu abrir o placar e conquistar a primeira vitória na Série A. O Leão jogou bem, mostrou mais volume de jogo que o hexacampeão brasileiro, mas ficou no 0 a 0.

Primeiro tempo

O Avaí começou o jogo pressionando o São Paulo. Demorou um pouco para a equipe paulista se encontrar no jogo, e com isso o Leão foi pra cima. O Leão começou o jogo assustando com uma bicicleta de Evando após cruzamento de Luis Ricardo, mas o "Iluminado" Evando errou e a bola não foi nem para o gol. Aos seis minutos Marlos, do São Paulo, cruzou na área, mas Eduardo Martini se antecipou para evitar o gol de Washington, que já estava pronto para o arremate.

Aos 11 minutos Léo Gago arriscou o primeiro de seus chutes de fora da área, mas foi para fora. Aos 16 Muriqui fez uma boa jogada pelo meio e deixou Luis Ricardo livre para chutar, mas o atacante balançou as redes pelo lado de fora. Três minutos depois foi a vez de Marquinhos entrar driblando na área são-paulina e também colocar na rede pelo lado de fora.

Marquinhos, o maestro avaiano, além de passes de calcanhar e de letra, ainda deu um belo balãozinho no meia Hernanes, sendo parado com falta por Marlos. A torcida vibrou muito com o belo lance do meia.

O São Paulo assustou ao gol de Eduardo Martini aos 33 minutos, quando Zé Luís chutou de dentro da área a bola no travessão. Na sobra o meia Hernanes isolou a bola.

O primeiro tempo terminou com 0 a 0 e o Avaí voltou a mostrar o bom futebol que o fez conquistar o título do Catarinense de 2009.

Segundo tempo


O Avaí voltou para a segunda etapa com o mesmo time. Luis Ricardo, destaque no primeiro tempo, comentou que queria marcar o seu primeiro gol com a camisa azzurra. O São Paulo equilibrou o jogo, que na primeira etapa foi de domínio avaiano. A entrada de Dagoberto, no lugar de Washington, melhorou o poder ofensivo da equipe paulista.

Aos 13 minutos Luis Ricardo chutou da entrada da área, mas o goleiro Dênis, muito seguro no jogo, defendeu. Na jogada seguinte o goleiro Eduardo Martini executou mais uma grande defesa. Dagoberto chutou de canhota de dentro da área e o goleiro avaiano voou com estilo para defender.

Aos 15 minutos Marquinhos arriscou um chute forte de fora da área e Dênis colocou para escanteio. Muriqui, minutos depois, recebeu de Luis Ricardo na área, sozinho, mas chutou por cima do gol.

Eduardo Martini, o nome do jogo, fez duas importantes defesas em sequência. Na primeira Borges, à queima roupa, fuzilou para o gol e Martini tirou com o peito. No rebote o lateral Zé Luís emendou de primeira e o camisa um do Avaí colocou para escanteio.

Aos 46 o Avaí teve uma boa chance após cobrança de falta de Odair. A bola passou pela barreira, mas Lima não aproveitou e o goleiro Dênis segurou. O Leão segue sem vencer na Série A, somando quatro pontos em cinco jogos.

Crédito de foto
Foto de Flávio Neves


Nunca havia feito uma crônica de jogo completa. Acompanhando atentamente cada lance e tentando descrever com grande parte de fidelidade. Esse texto foi um desafio que aceitei do professor Fernando Evangelista, que levou a turma da sexta fase da Estácio para produzir material para o site do Avaí. É capaz que você leia a mesma coisa por lá, o que pra mim seria uma honra.

Um comentário:

Rafael Petry disse...

Parabens pela Crônica Jorge! Desejo que você se torne um grande jornaista! Tenha sucesso! Abração!!

Rafael Petry