terça-feira, julho 07, 2009

Boleiros da Bola - Jogo 13

Calor do cão após às 11h30

Time vermelho, agora apelidado de "Os Rédis", venceu o time Azul, agora "Os Bluus", por 14 a 11. Foi a terceira vitória seguida do Maestro no certame. O gol que abriu o marcador só poderia ter sido dele também.

A partida foi lá e cá durante todo os 60 minutos. Os Rédis estiveram em vantagem durante a maioria do jogo, só no 8 a 7 ou algo assim os Bluus passaram na frente. O equilíbrio foi a tônica da partida. Quando os gols chegaram na casa dos 10 aí os Rédis assumiram o domínio do jogo e só administraram o jogo diante do combalido Bluus. Maestro ainda guardou um de cabeça, encobrindo o projeto de goleiro Fellipe.

Na metade final do jogo o sol castigou os atletas. A temperatura marota de 22ºC parece que subiu para 30ºC! Já estamos na terça-feira e alguns atletas ainda não conseguiram repor o líquido perdido durante o jogo.

Pênalti

Tivemos uma penalidade máxima. Fellipe não sucumbiu à pressão e guardou o seu. Lógico que ele fez a comemoração medonha dos dedinhos, mas valeu o gol.

O Gol do Jogo

O autor do gol mais bonito da partida foi o que alegou lesão na última partida, mas ficou bom ao passar a semana numa retifica. Scarduelli é o nome da fera.

Há tempos seus gols não apareciam, mas desta vez eles voltaram e fomos dignos de observar uma pintura, não como as do Maestro, mas que equivale-se aos quadros do macaco da novela das 7.

Paulinho recebeu no meia cancha do time adversário. Observou o gol e a movimentação dos defensores com seus olhos levemente avermelhados. Criou coragem, respirou fundo, e arrancou para a glória. Veio o primeiro beque. Corte seco para a esquerda. Veio o segundo beque. Já meio tonto, corte seco para a direita. Veio o goleiro, Diego, crescendo à sua frente. Corte seco para a esquerda e o corpo do goleiro estarrado no chão feito uma latinha de cerveja após um baile no Avante, em Santo Antônio de Lisboa. Sobrou o gol vazio e as palmas da plateia para a pintura por ele assinado. Paulinho Brown, ex-Maclaren, assina que o gol foi legal!


Coletiva

A equipe de imprensa do Boleiros da Bola conversou com o pseudo atleta Diego Passos. O jogador falou sobre a partida e o desempenho durante os 60 minutos. Tudo isso na terceira pessoa.

— O jogo começou devagar, parecendo início de campeonato. Com a ausência de Fernando, a disputa não contou com goleiros fixos. Quem ficou mais tempo embaixo das traves, foi o ilustríssimo Diego. Fez uma atuação razoável. Boas defesas, algumas falhas, como no lance de Pedro, que chutou fraco, e nosso colega aceitou, foi ajeitar com o pé e deixou passar. No final do jogo, foi tentar seu gol de cada dia, mas apenas correu em campo — concluiu o esforçado boleiro.


Notas do jogo


Pedro (5, chegou atrasado demais)
Scarduelli (7, fez o golaço do jogo)
Fábio Lima (7, tinha tirado 7,75, mas tivemos que arredondar a nota)
Rafael (6,5, a zaga estava uma peneira)
Padilha (6, pecou nas finalizações)
Fellipe (6,5, não comprometeu tanto)
Jorge Jr. (7, abriu o marcador e esteve soberano em campo)
Daniel Vicente (7, não driblou na zaga)
Alano (6, perdeu o gol mais feito do sábado)
Alemão (7, o polivalente meia defensor)
Diego (7, mesmo com o frango esteve muito bem em baixo da trave)

Ficha técnica

Time Vermelho (Os Rédis)

Scarduelli, Alemão, Daniel Vicente, Jorge Jr., Fábio Lima (Pedro)

Time Azul (Os Bluus)

Diego; Padilha, Rafael, Fellipe e Alano

Cervejas: Não teve, incrível!

5 comentários:

Artur de Bem disse...

a média da turma tá aumentando...
daqui a pouco todos passam direto com estrelinha...

Anônimo disse...

tudo verdade
martini

Paulo Scarduelli disse...

Você foi muito generoso, Jorge.
Obrigado.

Parabéns pelo trabalho de mobilizar a galera e fazer acontecer estes jogos.
Eles fazem muito bem para a alma.

Abraço

Scarduelli

Gui Padilha disse...

huahuahuhua
Show de bolaaa!!

Gostaria de pedir para que todos os atletas cheguem antes da partida.

Só pra lembrar o jogo começa as 11h.

Seus cachaceiros!!!

Fabio Lima disse...

Porra 7 foi o número de gols que eu marquei, ae eu ganho nota 7...ta fóda terei que me pegar com a imprensa escrita que está me sabotando.

Fabio Lima