terça-feira, julho 28, 2009

Figueirense vence o Brasiliense por 3 a 1

Alvinegro se mantém no G-4 da Série B



Um começo de jogo incrível, desses que o torcedor não via há anos. Em cinco minutos o Figueirense fez 2 a 0 e encaminhou uma vitória tranquila sobre o batedor Brasiliense. O 3 a 1 sobre a equipe candanga foi construída com tranquilidade e gols de Rafael Coelho, Clodoaldo e Vinícius Pacheco marcaram os gols alvinegros. O Brasiliense descontou num pênalti mandrake convertido pelo Iranildo "Chuchu".

O Figueira foi melhor durante todo o jogo. Os dois gols em cinco minutos foram um golpe muito duro no Brasiliense, que resolveu se recuperar na porrada. Bateram muito, talvez até pelo campo pesado. Rafael Coelho e Lucas levaram pisões propositais. O juiz ainda viu um pênalti fajuto do Lucas no Fábio Jr.

A terceira vitória seguida aumenta a confiança do time e da torcida. O time começa a engrenar e a jogar no estilo do Avaí, com raça e consciência durante os 90 minutos. Se manter no G-4 até o final vai ser difícil, mas é possível. Uma vitória contra o Campinense, sexta-feira, e o time vira coqueluche na segundona.

Rafael Coelho é mais artilheiro da Série B do que nunca. Está com 11 gols e jogando bem, deixando o individualismo de lado.

Clodô Quebrou

Clodoaldo havia pedido sequência de jogos para melhorar o seu rendimento. Roberto Fernandes o atendeu, e ele mostrou isso durante o tempo em que ficou em campo. Mas um chute pra fora, De Canhota, e o joelho do zagueiro vão tirar Clodô do time. Ele fraturou a tíbia da perna esquerda e deve voltar a jogar, segundo previsões pessimistas, só em 2010.

Na momento em que ele mostrava que iria engrenar e que o "foda" poderia começar a ser empregado, ele sai de cena. Torcida é por um breve retorno do melhor que o Eto'o.

Crédito de foto
Foto de Maurício Vieira e Ricardo Duarte

Um comentário:

Anônimo disse...

Realmente o Rafael Coelho ta deixando de ser individualista e assim o time vai melhorando.
Abss.

Maurício.