domingo, setembro 27, 2009

Falhas da defesa 3 x 2 Avaí



O Sobrenatural de Almeida, personagem criado pelo tricolor Nelson Rodrigues, voltou a apararecer no Maracanã. Nunca na história desse Brasileirão o Avaí entregou um jogo tão fácil de ganhar. Marquinhos falou que não deveriam ter pena do Flu, mas parece que tiveram e o Fluminense venceu por 3 a 2.

Apostava numa vitória do Leão por 2 a 1, resultado que chegou a acontecer, mas a bobeada entre Emerson e Anderson Luís, talvez nervoso por enfrentar o seu ex-clube, mandaram a minha previsão para as cucuias. O Flu empatou em 2 a 2, ainda no primeiro tempo. A virada, aos 15 do segundo tempo, veio após falha coletiva. Cruzamento na área, ninguém cortou, e Eduardo Martini pegou a cabeça do Ruy, deixando a bola sobrar para o desmarcado Alan. Caixa e ponto final.

O Avaí perdeu para ele mesmo, isso é fato. Mas o apito amigo estava do lado tricolor. Um excessivo anti-jogo do Fluminense, sem contar DOIS pênaltis na sequência já nos acréscimos. Mão na bola de Luiz Alberto e Fabinho no lance em que Roberto despediçou.

Viajar pro Rio e perder para o lanterna, virtualmente rebaixado, não era o que Silas havia planejado. Repito, o time perdeu para ele mesmo. Muriqui e Marquinhos, ainda no campo, foram diplomáticos, mas cobraram e reafirmaram que o Leão não venceu por erros individuais. E essa é a real.

Uma semana inteira de treino, preparação e o foco é o Cruzeiro, domingo, na Ressacada. O empate não chega a ser ruim, mas os três pontos são mais do que necessários.

Fim de Jogo

Para a torcida que foi ao Maracanã e a que não foi, deixo a dica de acompanharem como foi o antes, durante e depois do jogo Fluminense 3 x 2 Avaí no blog Fim de Jogo, da jornalista Cristina Dissat.

Ela postou fotos da torcida avaiana dentro, com direito a dedicatória, e na fila do Maracanã.

Crédito de foto
Foto de Marino Azevedo, Photocamera

Nenhum comentário: