segunda-feira, setembro 21, 2009

O Fim do Paraíso no Futebol do Figueirense

@MeuFigueira e @TainhaAlvinegra cobriram in loco

Antes da reunião do Conselho Deliberativo do Figueirense o presidente da Figueirense Participações, Paulo Sérgio Gallotti Prisco Paraíso (PPP), tomou a palavra para anunciar, entre outras coisas, a sua saída do futebol alvinegro. Pode sair a empresa que modificou o modelo de gestão do clube e todas as outras pessoas, mas o nome que entrou para a história foi o do Prisco.

Essa possibilidade foi ventilada na última semana, com a confirmação nesta segunda-feira. Muitos motivos levaram PPP a tomar essa decisão. A pressão da torcida, com direito a intimidação pessoal, pichação dos muros do Scarpelli e - essa é por minha conta - a falta de retorno financeiro em 2009.

Desde 1999, quando iniciou a era Prisco Paraíso, o clube conquistou 61 títulos, somando todas as categorias. Nunca o clube viveu fase tão próspera, tanto que permaneceu por sete anos na Série A e revelou um número grande de jogadores para o futebol brasileiro. André Santos, Filipe, Henrique, Soares, Felipe Santana e outros que estão firmes em suas carreiras. Além de recuperar medalhões como Clebão, Sérgio Manoel e o animal Edmundo.

Por muito tempo ouviu-se os torcedores do Figueira morrerem de amor pelo Prisco, assim como os vascaínos na época que Eurico Mirando era vice-presidente de futebol. Com o rebaixamento do time, a fraca campanha no Catarinense e Série B, todo o passado foi esquecido - reafirmando a máxima de vivermos num país sem memória.

Não que beatifique o Prisco, mas que se considere tudo que ele fez, trouxe, para o clube. Pode ter ganho dinheiro? Teria sido muito? É provável. Montou times competitivos? Deu títulos e projeção à instituição Figueirense? Muito.

A sua saída é diretamente do futebol, já que deve continuar trabalhando na reforma e ampliação do Scarpelli, além de buscar um novo parceiro para o clube. Há um leque de opções para que o Figueirense fique com a sua saúde financeira em dia, como vender parte da Fig. Participações ou trazer uma parceria de fora do Brasil.

Em breve, em dezembro, encerra mais uma página da história do Figueirense Futebol Clube.

Crédito de foto
Foto de Rafael Ziggy, Meu Figueira

Um comentário:

Anônimo disse...

pois é...............como disse nosso tão prestigiado dirigente..........ñ queremos time pra ser campeão???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????? lembram-se???????????????????????????????????????????????????????????????????????