sábado, setembro 12, 2009

Sufoco desnecessário - Figueirense 2 x 1 Ceará

Fernandes e Schwenck marcaram os gols do Figueira

No sufoco, na raça, no desespero, o Figueirense venceu o Ceará por 2 a 1. Schwenck e Fernandes marcaram para o alvinehro catarinenses, enquanto Geraldo descontou para o Vovozão.

Seria uma vitória tranquila, não fosse a morte prematura do preparo físico do time. A pergunta que fica: O que eles foram fazer em Águas Mornas? Márcio Araújo mostrou que conhece bem o time. Faltou algumas peças se encaixarem no jogo.

Mais um pra lista

Foi Alê, Totó, Pico, Ricardinho, Dalton, Perone e outros para a lista negra da torcida do Figueirense. O novo nome é o do zagueiro Régis. Ele deu uma aula de como não jogar uma partida decisiva. O ataque deitou e rolou em cima dele. Deu uma cotovelada no atacante quando a bola já estava sob o domínio, recebendo o amarelo. No segundo tempo cometeu dois pênaltis, mas o juiz só deu o segundo, aos 46 minutos, sendo expulso.

Geraldo, o autor do gol cearense, foi para a bola confiante, bateu bem, sem chance para o goleiro, mas para fora. Um alívio desnecessário em vista do que foi o jogo.

Camisa Nova, Futebol Velho

São Wilson. Esse merece uma estátua dourada no Scarpelli. Fez pelo menos seis defesas difíceis, evitando gols e a derrota alvinegra. O que está escrito na camisa do goleiro, que estreou hoje, é a mais pura verdade.

"O meu goleiro voa como uma gavião"

Crédito de foto
Foto de Flávio Neves

Nenhum comentário: