sexta-feira, janeiro 22, 2010

Viola não desafina e Brusque vence o Figueirense


O palco montado para a estreia do novo camisa 9 do Brusque, o tetracampeão (como se define) Viola. O mundo ia parar se ele fizesse um gol, e quase que ele fez. A vitória do Brusque, por 2 a 1, teve a colaboração do jogador que alavancou o nome do clube para o noticiário mundial.

As falhas do árbitro Edmundo Alves do Nascimento não podem macular o que não foi apresentado em campo pelo Figueirense. Até o bom e velho Jeovânio, sempre guerreiro, me parece sem condições de ser titular. O que falar então de Maicon, Ernane e Marquinho? O Fernandes sozinho bota os três no bolso.

É início de temporada, é nítido que o Figueira tem um time lento, saindo com velocidade só com o Lucas e o Júnior Negrão. Ainda desconfio do novo camisa 9, mas tá se mostrando eficiente.

No Brusque, que vai ter que jogar para o Viola, o que não é errado. O time precisa de um parceiro de ataque e um meia que saiba dar o último passe. Viola segurou dois zagueiros e se tivesse mais um companheiro bom na frente o Bruscão do Elton teria criado mais chances de gol.

Mais que os três pontos, agora o Brusque deve embalar no campeonato. Quero ver se o Viola vai conseguir fazer gol no André, do Juventus.

Confira fotos do jogo
Crédito: Rafael Voitina, do Jornal O Município


Nenhum comentário: