quinta-feira, fevereiro 18, 2010

JEC quase entrega o ouro para o Metrô


O Joinville, equipe com a melhor campanha no campeonato, garantiu a sua vaga na decisão do 1º turno do Catarinense. O JEC abriu 2 a 0 no primeiro tempo e ficou esperando a morte da bezerra, mas quase, e até por merecimento, o Metropolitano vira o jogo e deixava o tricolor com a sua sina de cavalo paraguaio. Acabou 2 a 2 o jogo.

>> Assista aos gols do jogo

O primeiro tempo pouco assisti, mas o JEC, pelos comentários no Twitter e Orkut, foi melhor em campo. Já a segunda etapa, que acompanhei inteira com o Théo, o Metropolitano teve um domínio absurdo do jogo. Foram três contra-ataques mal sucedidos do Joinville e mais nada.

O meia Leandrinho e o Deleu, ambos do Metrô, foram os meus destaques. Lamentei a apresentação do Trípodi, mas ee estava sozinho na frente. O time precisa de uma dupla de ataque. Roberval Davino mudou o jogo com as suas alterações. Outro que vi jogar muito é o zagueiro Rafael. Faz falta num Avaí e Figueirense.

O Finalista

Lima, ou Limatador, mostrou que fazer gols, e perder, é com ele. O goleiro Fabiano, por melhor que esteja, não me passa a menor confiança, assim como o Fabianski do Arsenal.

Sérgio Ramirez, que falou que espetáculo em Joinville se vê no Bolshoi, sabe das limitações do time. Achei curioso, e até meio doido, ele colocar o Rafael Tesser no banco. É disparado o melhor lateral-direito da competição. César Prates, cheio de marra, é banco.

O meu palpite é que o JEC encare o Avaí na final. Na Ressacada, nesta quinta, o Atlético de Ibirama não teve cometer um crime.

Ausência nos últimos dias

Aproveitei o quanto pude a folia momesca. Futebol era só os que passavam na ESPN Brasil e no Esporte Interativo, isso quando estava em casa. Só no domingo fui saber dos resultados de sábado. Foi bom, ano que vem tem mais.

E outra. Se quiseram falar comigo não o façam pelo MSN. Não estou entrando.

Crédito de foto
Foto de Emerson Souza

Um comentário:

Diego Wendhausen Passos disse...

Campeonato muito fraco. Se juntar os 10 times que temos, não dá 1. Joinville ruim, o Avaí só joga alguma coisa quando o Medina entra em campo, Figueirense mal, Chapecoense mal, Criciúma péssimo. Além disso, temos um presidente de federação que muda regulamento de disputa todo ano, exceto de 2005 para 2006 e de 2007 para 2008. Nosso futebol está muito mal. Ano passado, tínhamos pelo menos o Avaí e a Chapecoense, neste ano, nenhum time tem qualidade, nenhum.
Essa é a minha opinião.