sábado, abril 10, 2010

Brusque vende caro vaga na final para o Avaí


O Avaí venceu o Brusque por 4 a 3 em uma partida em que o Leão poderia ter goleado, mas também ter tomado uma virada histórica do time do Vale do Itajaí em plena Ressacada. A bola do jogo não foi o Vandinho errar embaixo da trave, os chutes cruzados do Roberto e nem a cabeçada do Robinho. A bola do jogo esteve nos pé de Diogo Oliveira, o camisa 10 do Brusque. Uma virada, mesmo com um a menos, e um crime seria cometido no bairro Carianos.

Um começo fulminante do Avaí. Tanto que ouvi os dois gols no carro enquanto ia (vinha, estou aqui) na casa da minha mamãe e do meu papai assistir ao jogo. Era o prenúncio de uma goleada que acabou não se concretizando.

Sávio e Rudnei abriram o marcador para o Avaí. Diogo Oliveira fez o primeiro do Brusque no início da segunda etapa. O Bruscão ia pra cima, mas tomou o 3 a 1 e deu aquela baixa no astral. Pantico, o melhor jogador do time, fez 0 3 a 2 e Rogélio empatou. Nessa hora eu já estava pensando na guerra que seria com a virada do visitante, mas o mesmo Diogo Oliveira demorou para chutar e perdeu a chance do Brusque de chegar na final.

Já sem Pereira, expulso, o Leão fez o quarto com Vandinho - agora faltam 32 gols para chegar aos 40. Rudnei foi vaiado, fez gol, falhou, e mostrou que não dá pra ser titular. É fato.

Time de Guerreiros

O intertítulo estava escrito numa faixa da torcida brusquense. O time se superou, e muito, nessa semifinal. Faltou mais jogadores decisivos e uma defesa mais equilibrada, já que o pênalti do Rogério Souza foi de amador.

O Brusque se despede do Catarinense 2010 com a cabeça erguida. Mostrou uma superação monstro nessas últimas rodadas. Poderia ter ido mais longe se tivesse mais peças no elenco. Viola foi bom no começo, mas no final não fez a menor falta.

Por pouco o time que foi do inferno ao céu não encontra a porta do paraíso. Por pouco.

Série D

Com o resultado, a vaga na Série D é do Metropolitano, já que foi vice da Copa SC 2009 e o JEC garante vaga como campeão ou vice do Catarinense.

Crédito de foto
Foto de Flávio Neves

Nenhum comentário: