sábado, maio 15, 2010

Três pontos e liderança para o Alvinegro do Scarpelli


Figueirense 2 x 1 Portuguesa

A Série B não é um torneio como a Copa do Mundo, muito pelo contrário. No Mundial pede-se que se jogue bonito para mostrar a superioridade, na Segundona do Brasileiro o negócio é jogar feio e vencer. Foi isso que o Figueirense fez em cima da Portuguesa.

O futebol ainda está longe de comparação, mas na atitude há uma semelhança. O meia Roberto Firmino, dois gols em dois jogos, as vezes some do jogo como fazia o craque Alex no Palmeiras. Some, mas depois decide. É bom ou ruim? Tenho dúvida.

Vou ficar repetitivo, mas não vejo o Maicon como uma peça fundamental no time titular do Figueirense. Bilú, Coutinho, Renê ou qualquer outro caco faria uma função mais importante, ou que chame mais atenção, do que Maicon. Segura o time como uma âncora.

Há muito o que melhorar, assim como há muito a que se festejar. O time está sabendo, mesmo com erro, jogar a Série B. Digo isso também fora de campo, já que tive um bom papo com o Nelson Galvão, novo diretor de marketing do clube.

Jornal Alvinegro

Foi pra arquibancada, para a mão do torcedor, a primeira edição do jornal Alvinegro. Feito - pelo jeito na raça - por Tadeu Meyer, Tainha, Ney Pacheco e Henrique Santos. Recebi, distribui na redação, e foram muitos os elogios. Realmente ficou muito bom. A versão digital você confere no Meu Figueira.

Crédito de foto
Foto de Carlos Amorim

Nenhum comentário: