terça-feira, agosto 17, 2010

O céu (azul) é o limite para o Avaí

A fase do Avaí, melhor, a vitória sobre o Corinthians por 3 a 2, instiga um pensamento audacioso: até onde esse time vai? Dá para falar no "campeão paulista", já que ganhou de São Paulo, Santos, Palmeiras e corinthians, mas isso, agora, soa como pouco.

Se a vaga na próxima fase da Sul-Americana está próxima, pode perder por 2 a 0 que tá tranquilo, um resultado mais forte no final do ano pode não ser mais surpresa caso aconteça.

Para entender esse crescimento do Avaí dentro de campo eu destaco a matéria do DC de domingo do amigo Jean Balbinotti. Fez um perfil breve do comandante Antônio Lopes, o culpado de tudo.

Um comentário:

Gilberto disse...

Pô Jorge, não te entrega, né! "Culpado" não! Responsável! (risos)
Por enquanto isso tudo no Avaí é sonho e por isso ficar com os pés no chão é muito importante. Só não pode nos faltar ambição. Como faltou ano passado.
Abs.
Ah, aproveitando, quem quiser ler um debate esportivo entre Henfil, Armando Nogueira, Nelson Rubens e Garrincha, dá uma conferida aí:
http://alameda1976.wordpress.com/2010/08/16/mesa-quadrada-16082010/