quarta-feira, outubro 20, 2010

Figueirense 1 x 0 Fernando, do Bahia

Mais do que exaltar a vitória, o domínio do jogo, as chances criadas, há que se reconhecer que o técnico Márcio Goiano vem tirando leite de pedra do Cambirela pra montar esse time que venceu o Bahia por 1 a 0. Descobriu no grupo jogadores que não era nada, mas agora são fundamentais.

Lógico que as arrancadas do João Filipe fazem falta, mas João Paulo passa uma confiança, até por ser meio grosseiro, de que não vai falhar tão cedo. Roberto Firmino, que eu já tinha achado que havia ido bem quando jogou a primeira vez improvisado no ataque, dessa vez foi melhor ainda. Marcou o gol da vitória.

Goiano não tem craques, aliás, poucos são os que atravessam uma boa fase no time, mas consegue ajustar as peças para elas funcionarem direito, como numa sequência lógica. Se o Juninho sobe, o Fernandes chega junto, o Firmino abre e o Reinaldo espera na área. São jogadas táticas, e eu já o vi treinando isso em campo. É repetição, repetição...

Mira mirolha

O 1 a 0 ficou barato porque o goleiro Fernando pegou tudo. Desde pensamento até bola impossível. Porém, tirando os méritos do camisa um, o ataque alvinegro foi incompetente, e muito. Foram muitos gols que não se pode perder, principalmente numa reta final de Segunda Divisão. Agora, dando méritos ao Fernando, o ataque o Figueira consagrou o cara do Bahia. O melhor do jogo.

Espero que os treinos de finalização sejam feito à exaustão. Errou, faz de novo até acertar e de novo, de novo e de novo. Contra o Icasa, sábado, fora de casa, quando pintar a chance vai ter que matar. Se ficar dependendo, e acreditando, na sorte, capaz de se complicar.

Preocupa

No Turno o Figueirense perdeu para o Sport porque quis (leia aqui). No próximo jogo, que será no Scarpelli, estou cismado que o time deve arregar para os pernambucanos. Sei lá, tomara que esteja errado.

Crédito de foto
Foto de Carlos Amorim

Um comentário:

Anônimo disse...

Thanks for the info