terça-feira, janeiro 25, 2011

Fui no que a turma azul chama de "café com brócolis"

Fui ao café oferecido pelo Figueirense à imprensa no memorial do clube, no Orlando Scarpelli. Além de rever taças e troféus, deu pra bater um papo com amigos da imprensa que não via há bastante tempo. Sem falar nos quitutes oferecidos, com boa variedade e gosto de primeira.

A turma de blogueiros avaianos sempre chamou de "café com brócolis", dizendo que a imprensa se vendia ao clube por uma meia dúzia de pão de queijo e afins. Claro que o Figueirense não banca um rango de graça. Foi apresentada a diretoria executiva. Uma apresentação bem informal.

Abrir as portas do clube à imprensa, principalmente para aqueles que não estão todos os dias lá, como é o meu caso, foi um gol a favor. A transparência entre veículo de comunicação e fonte, no caso o clube, precisa existir. Como estou do lado da imprensa, achei de grande valia essa proximidade. Não é todo dia que você conversa com um investidor que bota milhões no clube enquanto espera na fila pra pegar um suco de laranja.

Hoje, ponto pro Figueirense por fazer essa reunião. Espero que o Avaí faça o mesmo. Não se comprometeu ser só Figueirense no jornal, não foi vendido espaço para foto gigante do patrocinador. Houve um encontro profissional, de aproximação. O torcedor que não enxerga a parceria dos veículos de comunicação com os clubes é um burro. Burro mesmo. Pior ainda os que só veem aquilo que querem ver, ou seja, a turma da conspiração. Para esses, sinceramente, não perco tempo respondendo.

E se vale como dica para o Avaí, ao final do evento todos os presentes receberam uma camisa oficial do Figueirense pela participação. O marketing do Figueira já está agindo.

17 comentários:

Guilherme disse...

outro que se vendeu pelo café com brocolis, imagino a conversa com o investidor..., cafezinho para imprensa que só malha o Avaí, mofaqs nego aqui no sul da ilha nao tem isso não, vai trabalhar para comprar café vai

Jorge Jr. disse...

Guilherme, parece que estás na turma do final do texto.

Gerson Santos disse...

JORGE, parabéns pelo profissionalismo e pela mucidez das percepções. Vai virar post as 16hs no Avaixonados.

Adriano Silveira disse...

Esses hawaianos inventam cada coisa... Café com brócolis? Tá com invejinha? Então cria o "café da cinderela".

Mesmo assim, com todo o "apoio" que sempre teve da RBS, eles nunca precisariam se preocupar, para fazer cafézinho.

Eu no lugar do Figueirense, convidaria a RBS e deixaria eles à base de bolachinha de água e sal.

Adriano, blog FIGUEIRENSEMPRE.

Abraço!

Anônimo disse...

Amigo, time que ganha em campo, o resultado aparece fora, não precisa de ninguem, isso é coisa pra quem está louco atras que $.
Vcs "veiculo de comunicação" que precisam dos clubes para viver, e não o clube de vcs, estou errado?

vinicius disse...

BROOOOOOOOOCOLISSSSSSSSSSS... ensopado.

Jorge Jr. disse...

Adriano, não vou nem dizer onde eu trabalho heheh

Gerson, vou aguardar pra ver o texto.

Anônimo, tens razão. Porém, um precisa do outro pra viver. Melhor, o torcedor precisa de um, o clube, e quer ver sempre ele nos veículos de comunicação.

Anônimo disse...

Os avaiânus não podem esquecer que o café deles tem de ser antes da meia noite, se não vira abóbora!
HAIUHAIUaua

Anônimo disse...

Ir num café, sem problema nenhum, se fosse só um café, mais a gente sabe o que se trata muito bem: Alo turma, o negócio e meter o sarrafo no Avai, falem mal, muito mal, mesmo que o jogo virem, arrumem bastante problema ou inventem outros tantos. Cara, sinceramente, não se faz mais uma imprensa isenta como antigamente...

Anônimo disse...

http://www.avaixonados.com/2011/01/um-avaiano-no-cafe-com-brocolis.html

Tá explicado a imparcialidade desse blog, porque não muda de papo fc para papo azurra?Ta explicado tambem porque tu trabalha na RBS, tens o principal pré-requisito, ser avaiano.

Otávio.

Anônimo disse...

O negócio é café à hercílio luz mesmo :)

Felipe disse...

Esse time de São José, pq passou da ponte é São José, não nega ter a menor, mais feia e burra torcida do estado mesmo.
Nem pra entender um post de um blogueiro, que além de tudo é do time deles, entendem.
Isso já é desculpa pra no final do ano quando cair, e vai cair, falar que é perseguição da imprensa.

Amplexoss

Anônimo disse...

Isso é um abuso, vai toma café na casa do capeta

George disse...

"... a imprensa se vendia ao clube por uma meia dúzia de pão de queijo e afins. Claro que o Figueirense não banca um rango de graça." Não precisas dizer mais nada. Foste cooptado. Depois sai a manchete no jornal de que o Avaí está em crise, já que perdeu 3 seguidas (duas com o misto frio, lembro).

Anônimo disse...

Vocês acham mesmo que o café com brócolis aconteceu ontem??

Claro que não.... ontem foi só um legítimo café com a imprensa para apresentar diretores, investidores etc.

O café com brócolis não é público e o convite é pessoal... não sai na imprensa!

Engana-se quem acha que os bloqueiros ou um interino de primeira viagem serão convidados para 'participar' do café com brócolis.

Por outro lado, pra quem tem um microfone poderoso na mão, ou uma folha de jornal lida por muita gente, aí o café é bem mais sortido do que simples quitutes e um suco de laranja (servido na companhia de um milionário investidor).

A existência do café com brócolis vem ocorrendo há anos sem nenhum alarde ou convite público e oficial.

Esse café de ontem, foi só pra fazer vocês se sentirem importantes... e deu resultado.

Matheus disse...

Absurdo esse teu comentário. Te julgas tão esperto, chamando os outros de burro, que nem percebe que o primeiro a ser manipulado és tu. Esse jogo de palavras barato, tais como "aproximação", "transparência", reflete que a lavagem cerebral já foi feita e bem sucedida, claramente ficando em segundo plano um princípio básico da imprensa: imparcialidade.
Os veículos de comunicação são patéticos, e mais ainda os que acreditam nesse idealismo do papel da imprensa na formação de alguma coisa parecida com sociedade! Manipuladores!

Anônimo disse...

Bom no minimo engraçado. O cidadão do blog tem uma visão sobre o assunto e chama as pessoas, que possuem opinião divergente, de Burros. Triste. Um jornalista falando isso. Burro é uma pessoa não acreditar que esse tipo de encontro gere algum favorecimento, isto está implicito no consumismo: Se algo lhe atrai, se possui algum desejo de satsfação, existe também uma contraprovação!! Entendes ? Não vou maquiar e per fazer que o Teu time se vangloria em cima de notícias publicadas, pois não existe nada a mais para falar. Pena eu perder meu tempo lendo uma baboseira de um cego e de um pseudoavaino. Digo : O pior cego é aquele que não quer enchergar !