terça-feira, fevereiro 15, 2011

Ronaldo Luiz Nazário de Lima: Fenomenal

Quem nunca marcou um gol e disse "Ronaldiiiiinhooo", como se fosse o próprio?

Zico, Pelé, Zidane, Romário e, agora, Ronaldo. Infelizmente, os gênios precisam parar de jogar futebol um dia. Ontem, foi a vez do Fenômeno anunciar aquilo que todos temiam, mas que estavam cientes de que aconteceria num futuro breve.

– Estou aqui para falar que estou encerrando a carreira como jogador profissional. E dizer que essa carreira foi linda, maravilhosa e emocionante – e foi mesmo.

Não dá para medir o quão importante Ronaldo foi para o futebol brasileiro e mundial. Ele é, junto com Michael Jordan e Tiger Woods, uma das três pessoas que possuem contrato vitalício com a Nike. Dinheiro nunca vai faltar ao Fenômeno, tanto que ele vai se dedicar a 9ine, empresa de marketing esportivo que criou.

Falar de Ronaldo, principalmente da sua despedida, faz vir à memória os seus gols pelo Barcelona, quando driblava um time inteiro e finalizava para o fundo das redes.

Gol incrível pelo Cruzeiro

Na memória também vem o gol em Rodolfo Rodrigues, ainda pelo Cruzeiro, quando o garoto de 17 anos roubou a bola que o goleiro havia deixado no chão.
É lembrar dos dois gols na final da Copa de 2002, da polêmica final de 98, na França. E da lesão na partida entre Inter de Milão e Lazio, quando o joelho do jogador não aguentou e, nitidamente, deu para vê-lo saltar a pele.

* este texto está na página 6 do jornal Hora de Santa Catarina de 15 de fevereiro de 2010.

Nenhum comentário: