domingo, março 27, 2011

Ballet na Arena e apoio no Scarpelli


Começando pelo começo, o Joinville, o atual cavalo paraguaio do Catarinense, dançou um "pas-de-quatre" em cima do Avaí. Um resultado anormal e totalmente inesperado. Porém, do pouco do que vi e muito do que li, a partir do pênalti perdido pelo Marquinhos o JEC cresceu assustadorarmente, no bom sentido.

A treta entre Ramon e Lima prossegue, mas os dois deram um show. O terceiro gol do JEC foi uma pintura de tabela com conclusão perfeita de Lima. Deu pra perceber que os goleiros do Avaí não vivem a melhor das fases. Será que chegou a hora de Aleks entrar? Silas é quem deve escolher, aliás, está escolhendo mal o seu time titular.

Por mais que tenha goleado, não coloco fé de que o JEC possa decidir o título do Estadual. Esse placar elástico foi, pensando friamente, o ápice do time na competição. Pode ser que eu venha a me equivocar, mas é bem difícil. Por outro lado, depois de um esporro geral, acho que o Avaí entra novamente nos trilhos.

Vale uma ressalva, Ramon não veio apenas ganhar o dinheiro no Joinville. É um jogador que está se destacando desde a sua estreia. Quando o time vai mal, ele dá um jeito de fazer algo diferenciado. Ele é peça fundamental no time, coisa que Fernandinho não conseguiu fazer até agora.

No Scarpelli

Me surpreendeu a postura da torcida do Figueirense, que acabou sendo fator importante na vitória em cima da Chapecoense. Ao invés da vaia, o apoio. Foi nessa linha que fiz o título da página do Hora do final de semana: Apoiar ou vaiar? Eis a questão.

Ouvi o final do jogo, que me pareceu sofrido para o lado alvinegro. Porém, o gol de Fernandes após o gol perdido por Wellington - que não é ruim, mas está em péssima fase - deu a vitória e o favoritismo absoluto para o clássico. A condição se iguala se o Avaí vencer bem o Ipatinga no meio de semana.

Falando no gol de Fernandes, ouvi a narração do Luiz Alano no lance. Incrível. Narrar uma partida não é para qualquer um, mas mais difícil ainda é colocar a emoção em cima de um lance decisivo. Alano fez isso com rara felicidade e mandou muito bem.

Crédito de foto
Foto do site oficial do JEC


Clique aqui e participe da promoção #PapoFC3anos

2 comentários:

Ingrid disse...

Não é hora de vaiar quem quer que seja e de apoiar todos os jogadores , sem exceção . Precisamos que eles acertem o chute , pois daqui pra frente só a vitória nos interessa . E o Fernan100 , sem comentários . Ele é o cara !!!

Felipe disse...

Avisa lá pro Silas q ele poder colocar 10 zagueiros q ainda vai tomar gol...negócio é reforçar a frente da zaga pois o meio campo do Avai ta uma vergonha!!!
Mas não da pra mexer nos INTOCÁVEIS do Silas...3 zagueiros até a morte ou até a demissão, esse com certeza é o lema dele!!

Amplexos