sexta-feira, março 25, 2011

Sobre o filme "O Furacão Voltou"

Filmes de futebol sempre me fascinaram, mas há um bom tempo não via um. Quando menor sempre pedia pro meu pai locar um filme com gols do Zico na Vídeo Cidade, ali na Mauro Ramos, não tem? Lembro também da primeira vez que vi "Todos os Corações do Mundo", talvez um dos melhores filmes de futebol. Vou confessar, não sou lá muito fã do Canal 100. Deveria ser legal na época, mas hoje não me atrai.

Pois bem, assisti a pré-estreia do filme O Furacão Voltou, sobre o acesso do Figueirense à Série A. Gostei da película, o torcedor pode baixar a guarda, esquecer as mágoas com diretoria e time para assistir numa boa. Muitos vão se emocionar. Acho que não cortaram cenas do Márcio Goiano porque ele é um dos protagonistas. Aliás, me chamou muito a atenção o carinho que os jogadores tinham com ele, e o filme retrata isso. Wilson estava sempre ao lado do técnico.

As cenas de bastidores, time no vestiário antes e depois de jogos importantes, são muito boas, apesar de pecar um pouco no áudio de vez enquando. O filme começa chapa branca, com depoimento do Lodetti e até achei que seria nesse nível, mas me surpreendeu positivamente por explorar bem, da metade para o fim, o torcedor. Algumas imagens do Scarpelli cheio, no meio da galera, ficaram sensacionais.

Por ter filho pequeno, fico um bebê chorão quando vejo criança. E tem um menino que cantarola "o time dessa cidade é meu", em frente ao Scarpelli em dia de jogo. Ali eu quase desabei, mas mantive a postura. Sou #Tamacho.

A qualidade das imagens não é de um filme da Fifa e nem tão boa como muitos TCCs que já vi por aí. O filme é altamente recomendável, feito para o torcedor e por torcedores. Ah, o gol do Abimael entrou na edição com a narração do Paulo Branchi. Tem uma câmera de trás do gol que mostra o pinote dele de um jeito incrível.

Recomendo o filme, no sábado o cinema do Shopping Itaguaçu é 6 pila pra todo mundo e é um bom programa. Me chamou atenção uma coisa, não teve discurso de ninguém, o que foi excelente. Aliás, tudo foi muito bem organizado, tirando a divulgação do filme que foi péssima. E um beijo para as meninas, Bruna, Paola e Mariana, e abraço pros cacos Daniel e Rafa, estes últimos da co-irmã (hehe).

3 comentários:

Dr.Ervilho, o Verde. disse...

Besos, Jorgito!

Daniel Silva disse...

onde que eu assino?

valeu pela citação, mas podia me poupar do "caco". hehehe

abraço!

Anônimo disse...

eh feio expor seu tiem de coração como jornalista

nao aprendeu?