quinta-feira, maio 19, 2011

Sem chororô, baita resultado para o Avaí


Quisera o Avaí ter jogado assim no primeiro jogo contra o São Paulo. Contra o Vasco, o Leão mostrou que o futebol já não tem mais tamanho - claro que há excessões como o Barcelona. O importante foi ter feito gol fora de casa e trazer uma vantagem para a Ressacada.

Vasco 1 x 1 Avaí

O gol de Julinho foi um susto, já que o 0 a 0, pela excelente partida dos goleiros, era o mais justo até o momento. O nome do jogo foi o volante Marcinho Guerreiro, que roubou bola de todo mundo e, por incrível que pareça, não tomou nem cartão amarelo.

Por sinal, o sistema defensivo armado por Silas vem dando bem certo. Revson e Bruno estão muito bem jogando improvisados. Já Gustavo Bastos, pelo que mostrou nos dois jogos, vai ser titular absoluto até o final do ano. É o zagueiro bandido que todo time precisa ter.

Pra mim não foi pênalti no Élton, mas não acho que o torcedor deva lamentar, pelo menos agora, o empate. Se parar para pensar, o Avaí está indo mais longe do que se imaginava, digo isso pelo público que foi no jogo de volta contra o Botafogo. A desconfiança pelo Estadual era grande. Mas agora, do jeito que está, não é hora de fazer beicinho. É lotar a Ressacada e botar o time na final. E depois é depois.


Na foto da Cristina Dissat, do site Fim de Jogo, a torcida avaiana que prestigiou o Vasco em São Januário.

Curta o Papo FC no Facebook

Crédito de foto
Foto de Alexandre Loureiro/FOTOCOM.NET

Um comentário:

Felipe disse...

Rumo a Dubai!!!
Vamo vamo AVAAEEEEEE!!!
Quarta todos os caminhos levam a RESSACADA!!!

Amplexos