quinta-feira, julho 28, 2011

Figueirense perde para o Palmeiras, estava na hora


Não dá para comemorar empate com América-MG e com Grêmio dominando o jogo, mas era isso que estava fazendo o técnico Jorginho. A derrota de 1 a 0 para o Palmeiras, normal pelo tamanho do Verdão, também passa a colocar o Figueira na realidade da competição.

O time não foi tão bem quanto no jogo contra o Grêmio, aliás, foi um jogo chato. Fernandes foi bem, mas já digo aqui: não vai mais fazer gol este ano. Tá difícil. Chega na hora ele se atrapalha. Porém, deve seguir como titular, já que jogou muito mais bola que o Maicon. Elias apareceu de leve, ainda está devendo.

Quem está mal, e vai ser difícil melhorar, é o ataque. Aloisio é fominha, tá certo que é da posição, mas é preciso abrir os olhos. Héber está tentando, se esforça, mas é pouco. O banco, com Wellington, é o sinal de que falta alguma coisa no elenco. Júlio César é uma aposta, até então, no escuro.

A derrota foi normal porque o Figueirense não jogou bem. Já disse, Jorginho não termina o ano no comando do clube, mas vai ter mais umas rodadas de sobrevida.

Crédito de foto
Foto de Flávio Neves

Nenhum comentário: