quinta-feira, outubro 13, 2011

Doce ilusão x Doce felicidade

A torcida do Avaí teve que engolir um doce amargo com o empate com o Atlético-GO, enquanto a do Figueirense saboreou um doce bem doce diante do Grêmio. Os resultados, 2 x 2 em Floripa e 1 x 3 em Porto Alegre, serviram para mostrar que a diferença entre os dois times em campo é muito grande.

Quando se esperava que a agonia do rebaixamento diminuisse, eis que ela voltou com força. Contra o Atlético-GO, a vitória era o mínimo, mas nem isso foi possível. Agora, já chorando na cama que é lugar quente, é continuar rezando para que o milagre, que talvez o clube nem mereça pelo conjunto da obra, aconteça.

No Scarpelli, o sonho da Libertadores existe, mas é preciso colocar os dois pés no chão. Dá? Dá, mas não se deve quebrar o estádio se não alcançar. O Figueirense foi muito além dos seus objetivos, tanto que pode se garantir na Série A 2012 com nove jogos de antecedência. É pouco? Não, é coisa pra cacete.

No final de semana, contra o América-MG, em casa, a vitória, combinada com outros resultados, pode colocar o Figueira de vez na briga pelo sonho distante.

Em Porto Alegre, contra o Inter, o Leão pode aprontar, assim como em 2010, e tentar fazer um final de ano feliz para a sua sofrida torcida que não merece o time que tem.

2 comentários:

guto disse...

É triste, mais tenho que dizer que este time do Avai não merece ficar na série A, agora é torcer para ano que vem se estruturar e fazer um bom 2012. Ouvi dizer que o clube está endividado!!! É sério isso? Já dispensa uma raça agora então pra economizar, começa pelo técnico. Abraço

Jorge Jr. disse...

Guto, o Avaí apostou em muitas contratações, tanto que foram mais de 60, o que vai causar, no final do ano, um baita rombo.

Se cair pra Série B, será pior ainda, já que a receita será bem menor que a despesa.

Todo time tem dívida, empréstimo por pagar, mas a do Avaí pode ficar um pouco maior em 2012.

Abraço