domingo, fevereiro 08, 2015

O sufoco do Figueirense contra times pequenos


Concordo com o técnico Argel quando ele diz: "cinco gols em dois jogos não dá". E realmente não dá, ainda mais que o Figueirense encarou até agora os pequenos — é a realidade — Atlético-IB, Marcílio Dias e Inter de Lages.

Contra o Colorado Lageado, jogo em que assisti no estádio, a falta de criatividade e afobação, principalmente com os foguetes sem direção de Marquinhos Pedroso, a insegurança transmitida por Marquinhos e a visível falta de ritmo de Thiago Heleno.

No setor de criação, Léo Lisboa, em boa parte do jogo, estava enfiado no ataque, pelo meio, enquanto Marcão vinha para a ponta esquerda tentar começar as jogadas. Ou seja, tudo errado. Argel tem condição de ajeitar a casa, mas dá para ver que o erro tem sido dos jogadores. Seja por excesso de vontade, que acabou resultando nas vitórias sobre Atlético e Inter, ou pela falta de tranquilidade, na virada para o Marcílio.

Crédito de foto
Foto Jorge Jr./Papofc.com.br

Nenhum comentário: