quinta-feira, janeiro 28, 2016

Bugre, Bruscão, Cambura e Metrô: candidatos ao rebaixamento no Catarinense 2016


A briga contra o rebaixamento, apesar dos discursos otimistas de todas as equipes, deve ficar entre Guarani de Palhoça, MetropolitanoCamboriú e Brusque. Os dois últimos estão retornando da Segundona e vão encarar uma nova realidade, enquanto o Bugre teve pouco tempo para montar o grupo e o clube de Blumenau vai jogar em outra cidade.

Brusque
Tem a sua favor o comando do Mauro Ovelha, que sabe dirigir um time usando muito a parte motivacional.

Camboriú
Conta com o mito Brasão e o bom goleiro Rodrigo Rocha, mas não tem uma torcida de massa e nem um peso na camisa. Na dúvida, sempre contra eles.

Guarani de Palhoça
Sérgio Ramirez é o cara, mas vai apostar na garotada e em medalhões que nunca deram tão certo assim. Por outro lado, é um time que pode dar muito certo por conta de quem o dirige.

Metropolitano
Tem o menor investimento em futebol nos últimos cinco anos e vai mandar seus jogos em Jaraguá do Sul, muito provavelmente para uma meia dúzia de torcedores. Sem referência, a história conta que a queda é quase livre.

----
Correção: até às 21h57min desta quinta, dia 28, constava que o Metropolitano estava vindo da Segunda Divisão. Os clubes que subiram foram Camboriú e Brusque. E os amigos de Blumenau reforçam que o Metrô jamais frequentou a Segundona.

2 comentários:

Hélio Santos Silva disse...

Seria importante se preparar com informações corretas. Sugiro que você acesse o site do Metropolitano e leia a sua história primeiro antes de escrever. Nada contra a sua opinião de quem pode cair. Mas não dá pra aceitar informações erradas dos clube que caíram e que subiram, por exemplo. Abraço. Hélio

Jorge Jr. disse...

Valeu, Hélio! Eu errei porque acrescentei o Metrô na última hora, mas corrigi após a indicação. Obrigado pelo contato.