segunda-feira, agosto 28, 2017

A importância da torcida do Figueirense

Foto: Luiz Henrique/FFC
Quase 8 mil pessoas, um público em jogo pequeno para a campanha do time de 2007, por exemplo, mas que hoje faz uma diferença grande no Figueirense. Foi a massa, junto com os jogadores, que conquistaram o 2 a 1 em cima do Guarani.

Falta organização tática, sobra Figueira êo. Perde gol, entra Figueira êo. O preço popular, a gratuidade do sócio levar um amigo e a mudança da gestão do clube, principalmente, foram os fatores determinantes para a torcida "dar o braço a torcer" e dar mais uma chance para aquele amor bandido presente no Scarpelli.

Se Wilfredo Brillinger, com seu estilo de comando e sua equipe, não é só ele, competente em afastar o torcedor do clube conseguiu essa proeza, a gestão dos investidores, com o Alex Bourgeois na linha de frente e aparecendo em tudo, está tratando de, mesmo com ressalva de muitos, devolver o clube aos poucos ao torcedor.

Não se faz futebol sem torcida, e Bourgeois disse isso na coletiva de apresentação dele. Estava mais do que certo.

Nenhum comentário: