sexta-feira, outubro 27, 2017

Figueirense 3 x 1 CRB: três motivos para ficar na Série B

Ainda é normal a gente se contentar em disputar o campeonato contra o rebaixamento, infelizmente, mas o caso do Figueirense, em termos de Capital, é novo.

Desde o ano 2000 não sabemos o que é ter um time na Série C, por isso a vitória de 3 a 1 em cima do CRB, nesta sexta, no Scarpelli, é motivo para festejar, mesmo sabendo do quão pequeno isso é. Porém, vale destacar três motivos para acreditar na permanência alvinegra.

1 - Jogadores
João Paulo, que passou o ano no departamento médico, foi capitão do time e bancou bater o pênalti inexistente que o árbitro assinalou. Bateu bem, cruzado, e mostrou que tem "sangue nos olhos", junto com Dudu Vieira e Jorge Henrique, por exemplo, para não deixar o time ser humilhado na Segundona.

2 - Torcida
O marketing do Figueirense tem feito um trabalho espetacular para reaproximar o torcedor, coisa que a gestão anterior fez com excelência, só que ao contrário. Foram 4.368 torcedores nesta sexta, um número pequeno, mas que vem crescendo e parece estar disposto a ver o clube voltar a disputar coisas importantes. Não acredito que veremos o Scarpelli lotado ainda neste ano, por mais ações positivas que sejam feitas, mas é uma semente importante para projetar a força da arquibancada em 2018.

3 - Sorte (competência)
O ditado, e nome de livro, diz que "a bola não entra por acaso", mas é inegável que o Figueirense, além de ter mostrado certa competência em casa, tem contado com a sorte nessa luta para não cair de divisão. Uns podem chamar de apito amigo, concordo que o termo esteja bem empregado, mas na dúvida o pênalti é marcado e, principalmente, convertido - sair a sorte e entra a competência.
Outro ponto, e o jogo como CRB mostrou, foi que o goleiro adversário falhou tudo que poderia. Sorte dos alvinegros terem aproveitado, com competência para não desperdiçar os vacilos.

Nenhum comentário: