quarta-feira, maio 09, 2018

Criciúma, um time sem vitória e sem expectativa

Cinco jogos, cinco derrotas, quatro gols marcados e 10 sofridos. A largada do Criciúma na Série B do Brasileiro é digno de desespero. Para escapar do Z-4, por exemplo, precisará de duas rodadas, contando que os outros não vençam.

As declarações de Argel após a derrota por 1 a 0 para o Guarani, nesta terça-feira, expondo as deficiências do grupo, fazem o clima ficar ainda mais difícil. Nem em casa o Tigre consegue mandar, e mais uma vez teve um jogador expulso após o apito do juiz - Elvis.

A direção afirmou que vai bancar a permanência de Argel, que chegou durante o Catarinense para evitar o rebaixamento. Ali já era possível detectar que tinha coisa muito errada. Do fim do Estadual até o início da Série B o time teve tempo para treinar, mas ao que parece não fez efeito algum.

Faltam 33 partidas, 99 pontos a serem disputados, e o Criciúma, desde já, tem que mirar nos 45 para escapar do rebaixamento. Acesso? Não tenho a menor expectativa.

Nenhum comentário: