Vítima foi o Atlético-PR em Curitiba


O Avaí mostra uma recuperação digna de aplausos e casa lotada até nos treinos. O time venceu o Atlético Paranaense por 3 a 1 e conquistou a sua quarta vitória consecutiva no Brasileirão. A zona da Sul-Americana já está no papo, a dúvida é se voos mais altos estão no plano.

William, o atacante que não fazia gols, desencantou. Marcou dois, perdeu outros tantos, mas foi importantíssimo na vitória azzurra. No primeiro gol, marcado por Muriqui, William chutou forte e o camisa 11, artilheiro do Avaí no Brasileiro, pegou a sobra para abrir o placar.

A pegada que o Leão está colocando em jogo, como se fosse o útlimo prato de comida, somado com o esquema do Silas, está impecável. Nem o gol de Marcinho, que recebeu sozinho dentro da área, pode ser colocado como ponto negativo. Está dando gosto ver o time jogar.

O hino está sendo bem empregado pelo time "é o time da raça".

A partida contra o Vitória, quinta-feira, merece, no mínimo, 12 mil na Ressacada. A torcida que foi a Curitiba também merece os parabéns. Quase dois mil, lotando o espaço reservado. Conseguiram calar "Os Fanáticos". Recomendo olharem no De Canhota alguns vídeos direto da arquibancada do Joaquim Américo.

Crédito de foto
Foto de Giuliano Gomes, Gazeta Press