O Brito, no Debate Diário, avisou, mas o técnico Péricles Chamusca não ouviu. Foi para a apresentação dos jogadores - que não apareceram - vestindo preto e branco. Eu não percebi na hora, mas o pessoal que acompanhou a cobertura se ligou nisso.

Ano passado, além do Bruno Perone com uma chuteira azul, o técnico Pintado, ao finalizar está matéria, disse que tudo iria ficar azul.

A chegada do Chamusca com a camisa alvinegra entra para o hall das lendas do futebol da Capital. Não é motivo para xingá-lo ou coisa do tipo, apenas para pegar no pé da próxima vez.

Crédito de foto
Fotot de Jorge Jr.


PS: Vandrei levantou a bola do azul marinho. Bem, disconcordo. Mas vale a gozação, saudável, sem exageros.