Não adiante mais chorar, apesar de lamentar profundamente. A Chapecoense caiu para a Divisão Especial (Segundona) de 2011, mas com a desistência do Atlético-Ib, o Verdão "ganhou" a vaga na Divisão Principal (Primeirona) de 2011.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva anulou a decisão do TJD/SC, mas manteve a decisão da Federação em manter a Chapecoense na primeira divisão, opinião também do presidente Delfim de Pádua Peixoto. Acredito que tenha sido isso, já que nessas ondas jurídicas eu conheço tanto quanto de moda. O Gilberto Rateke pode nos prestar uma assessoria gratuita quanto a isso.

É virada de mesa? O presidente Delfim deu um recado para quem pensa isso. Ele foi entrevistado ontem pelo Cristiano Dalcin, do DC. Leia aqui a matéria.

Estatuto do Torcedor, CPI do Futebol, Lei Pelé, Lei de Bosman e mais qualquer outra coisa ligada ao esporte bretão. Aqui, em Santa Catarina, o jogo não é jogado como o lambari é pescado. Os homens decidiram pelo imoral, mas que é legal, não se pode negar. Porém, e sempre há um, alguém vai pagar sempre por essa jogada. E vai ser a Chapecoense, que a partir de agora será sempre lembrada pela Virada de Mesa do Catarinense 2010.