Na vitória sobre o Bahia, uma coisa me chamou muita atenção. Além do goleiro Fernando, que pegou tudo, uma falta boba, que poderia ter sido evitada, já que havia cobertura, teve um duplo sentido. A infração foi cometida por um jogador do Figueirense, normal, mas um detalhe precisa ser dito: ele estava pendurado.

Não sei como é a cabeça de um jogador de futebol profissional, queria ser um para saber. Sei também que este jogador foi poupado de algumas partidas por estar "estressado fisicamente". Uma viagem para o Ceará, se não é de férias, é bastante cansativa, logo, ficar em casa seria uma boa, não?

Na coletiva, ninguém falou em forçar cartão, poupar jogador ou coisa assim. Com base nisso, e na malandragem, essa eu sei que os boleiros tem, acredito que o cartão amarelo tomado pelo Maicon teve um único objetivo. Ficar em casa.

Ah, mas estás querendo desestabilizar o grupo, criar chifre em cabeça de cavalo, és um avaiano secador, e afins. Oras, procurem ver a falta, a necessidade de tê-la cometido e depois, só depois disso, venha argumentar algo. Pessoalmente, o Maicon é um cara gente boa, simpático, atendeu bem quando precisei, mas acho que ele errou, mesmo "inconscientemente" em tomar o cartão.