Ontem, após o festejo do Figueirense, disse que sentia cheiro de um crime no Beira-Rio. Não deu outra, o Avaí jogou o futebol que deveria ser jogado durante toda a competição. Não teve time melhor contra time pior, foi igual, como tem que ser.

Os jogadores do Avaí tiveram uma mudança de postura incrível, até inesperada. Uma derrota para o Inter, pra mim, seria o fim da linha. Agora, com toda certeza, o Leão volta a ficar mais vivo ainda na competição.

O feito deste domingo é digno de time grande, sem brincadeira. Cabe uma boa recepção aos jogadores neste segunda-feira à tarde. Quem não vinha jogando nada, como Robinho, mostrou uma grande melhora. Vandinho e Jeferson, pelo amor de Deus, o que fizeram em campo?

Acredito que o fator "blá-blá-blá" do Benazzi começou a fazer resultado. Ele está fazendo o que sabe. O fato de ter armado o time com um esquema diferente, sem falar no gol relâmpago, fez toda a diferença.

Sobre o "Eu já sabia", o Rafael Botelho também sabia.