Em 2008 e 2009 Silas fez um trabalho que entrou para a história do Avaí. Em 2011, porém, ele saiu sem nem deixar uma marca para ser registrada no "livro de visitas" da Ressacada. O time, desde a sua chegada, fez apenas um jogo digno de ficar na memória, o empate em 1 a 1 com o Vasco, no Rio.

Voltando ao assunto do título, Silas deixa um saldo que não me lembro de outro treinador ter deixado, pelo menos recentemente, no clube: saiu sem ser demitido.

Crédito de foto
Foto de Rodolfo Carreirão