"Libertadores, com grandes equipos"...

A musiquinha do GE pode tocar feito doida em 2012 aqui em Florianópolis. O Figueirense, pela primeira vez na competição, chegou ao G-5. Melhor, a posição veio após vencer o Botafogo, fora de casa. A campanha é muito boa, o time e a torcida pode sonhar que, além de ser de graça, é muito real.

O atacante Julio Cesar marcou o golaço que deu a vitória ao Alvinegro. Aliás, uma feliz contratação e surpresa. No próximo sábado, contra o Atlético-MG, a obrigação da torcida é superlotar o Scarpelli.

Como o passado passou, e as metas já foram batidas, seguir pensando grande, mesmo sendo pequeno no meio dos gigantes, pode levar o clube, com a humildade de todos até o momento, à Libertadores com toda certeza do mundo. Agora, uma secadinha no domingo pode deixar a segunda-feira ainda mais saborosa.

Sobre sonhos

Tá no Hora deste final de semana e assino a matéria.

Comparação

Hoje, nas lutas entre Avaí e Figueirense, um pra não cair e outro pra Libertadores, a vantagem é do Figueira.