É do Figueira! Após um campeonato duro, cheio de problema entre pavões e faisões, o time somou a pontuação necessária, faltando três rodadas para acabar o Brasileiro, para ser um dos representantes de Santa Catarina na Série B de 2013. No entanto, se a Chapecoense festejou a vaga, o Alvinegro tem muito a lamentar. É uma vergonha.

Os supertisiosos podem botar a culpa em mim, mas nem o meu pé quente daria jeito em um clube com quatro técnicos em umamesma competição. Assisti, no Scarpelli, apenas um jogo: Figueirense 2 x 1 Náutico. Naquele dia, e lembrando do início de 2011, achei que o ano seria de boas notícias e uma manutenção tranquila na elite. Me enganei feio.

Foram sete vitórias em 35 jogos. É o mesmo, em uma comparação esdruxula, que bater 35 pênaltis e converter apenas sete. Porém, o rebaixamento, no que vi por aí e nos amigos, não foi doloroso. Parecia esperado, com um alto grau de conformismo. Caiu? Caiu. A queda do Avaí, em 2011, me pareceu bem mais pesada.

Enfim, a Série A, em Florianópolis, volta a ser realidade, se os dois times colaborarem, só em 2014. Até lá, vamos ter que nos acostumar a não ver jogos dos nossos times nas quartas e nos domingos. O calendário é terça, sexta e sábado. Que foda!

Ah, e o jogo do "acesso" foi Figueirense 1 x 1 Sport. Dia 11/11/2012