O Avaí venceu o Oeste por 2 a 0, sexta, e tirou aquele caminhão de casca de camarão das costas do expediente elenco. O time tava devendo e a vitória pagou uma parte dessa dívida, apesar de ter abdicado de vencer por mais logo cedo. Mas era jogo pra não perder. Objetivo concluído com sucesso.

Pedro Castro fez um golaço, num lance minutos depois quase caiu ao tentar dominar perto da área, mas mostrou sua importância. Por sinal, leiam o texto do Rafael Xavier sobre o Pedro Castro.

Já no Scarpelli, na estreia do Elano, o Figueirense foi "ok" no empate sem gols com o Confiança. Esse "ok" é bom? Não perder era necessário. Mas o time jogou mal, não incomodou o adversário e o novo técnico vai ter trabalho, e não é pouco, pra fazer esse time competir. 

Vejo o Figueirense no meio da tabela, mas é preciso fazer uma breve arrancada até pra não sofrer tanto mais adiante.

Fui a favor da demissão do Márcio Coelho? Não. E tenho muita dúvida de que qualquer técnico consiga fazer esse time ir além do esperado sem nenhum reforço. Mas já que trocou o nome do Elano, uma novidade, me agradou. A referência dele é positiva, que consiga colocar esse time além do meio da tabela.